A maior tendência em tênis é o “Feio”

Se depender das semanas de moda na Europa é a hora dos tênis feios, já chamados de Ugly Sneakers ou Dad Sneakers internacionalmente. Solas grosseiras e volumosas e mistura de materiais estão inundando o mercado e se os desfiles indicarem uma tendência, será assim por algum tempo.

Alguns dos designers mais influentes e os que estão por trás de algumas das maiores marcas – incluindo Prada, Dior, Louis Vuitton e Balenciaga – mostraram novos rumos para os tênis nesta ultima temporada. Mas ao contrário dos Nike Monarchs usados pelos papais e vovós no passado, esses tênis intencionalmente feios devem ser usados com vestidos super elegantes pelas mulheres e para os homens, com calças elegantemente feitas sob medida, de alfaiataria.

A tendência do minimalismo dos anos 90 vem agora acompanhada dos tênis bem robustos

A tendência do minimalismo dos anos 90 vem agora acompanhada dos tênis bem robustos

Considerados um crime contra a moda há pouco tempo atrás, os novos Ugly Shoes são agora um componente vital da composição disruptiva de looks tradicionais. As marcas levaram a paixão dos anos 90 anos por calçados ostentosos e desajeitados e deram-lhe uma nova e arrojada cara de alta costura. Os designers de moda hoje estão encontrando novas maneiras de distorcer o que pensamos como calçado – e isso significa descobrir o que vestir com eles também.
Já há algum tempo as marcas de luxo vem movimentando o mercado dos calçados com ares esportivos, mas foi depois que Balenciaga lançou o Triple S que os Ugly Sneakers proliferaram. É um dos maiores sucessos de vendas da marca. Também se esgotou pouco tempo depois do seu lançamento no e-commerce da marca, apesar do alto preço.

Fora das passarelas, a moda de rua e a internet ajudaram muito na propagação de tendências. Os Ugly Sneakers dominaram as semanas de moda.

Fora das passarelas, a moda de rua e a internet ajudaram muito na propagação de tendências. Os Ugly Sneakers dominaram as semanas de moda

A prevalência em tantos desfiles apenas significa uma coisa: é apenas uma questão de tempo invadirem todas as cadeias de fast fashion. Algumas já o lançaram e viram-no esgotar-se em horas.
Chegando agora às ruas e lojas hype, esta não é uma tendência nova. Já vem se delineando desde as parcerias da Adidas com Raf Simons, que desenvolveu o Ozweego com a sua sola de plataforma dividida, esquemas de cores propositalmente chocantes e um conjunto inumerável de partes de couro, silicone, camurça e malha. As solas já começavam a ficar mais robustas, os detalhes mais gráficos e as combinações de cores mais vivas.
E o que nos levou até o uso destes calçados ostensivos e superdimensionados foi a onda de maximalismo associada à onda da moda esportiva. O maximalismo aparece nas sobreposições de cores, materiais mistos, solas enormes e formas ainda mais volumosas.

Louis Vuitton apostou no maximalismo em sua campanha para o Verão 2018 europeu, mostrando o uso do tênis para qualquer ocasião

Louis Vuitton apostou no maximalismo em sua campanha para o Verão 2018 europeu, mostrando o uso do tênis para qualquer ocasião

Ao invés de uma tendência única, é uma progressão do movimento Athleisure e esportivo da alta moda. Tendência que vai se acentuar no próximo Inverno, o que inclusive já foi sinalizado nos desfiles de Pre-Outono 2018 no hemisfério norte. Silhuetas bem minimalistas dos anos 90 uniram-se aos tênis coloridos e robustos numa moda de tendência spotswear. Creio que estamos apenas começando a ver esse estilo ganhar uma dimensão real. Com muitos desfiles do Verão 2018 mostrando sua proeminência, tudo está apenas começando.

A Prada também lançou o Cloudburst que tem solado tri partido.

A Prada também lançou o Cloudburst que tem solado tri partido